Açafrão tem propriedades anticâncer?

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Uma revisão recente da literatura investiga se a cúrcuma pode ser útil no tratamento do câncer. Os autores concluem que pode haver, mas observe que há muitos desafios a serem superados antes de chegar à clínica.

Assim como se acredita que outros ingredientes tem pode sobre problemas cotidianos ou psicológicos, como na saúde do bebê.

Açafrão é um membro da família do gengibre. Nativo da Índia e do Sudeste Asiático, as pessoas usam a raiz de açafrão para dar sabor a seus alimentos há milhares de anos.

Historicamente, as pessoas associam a cúrcuma a propriedades curativas. Mesmo agora, alguns saudam açafrão como uma panacéia para todos os males. Recentemente, sua popularidade aumentou, como evidenciado pelo recente modismo do café com açafrão. No entanto, como em muitas coisas na vida, a realidade raramente coincide com o hype.

O produto químico na cúrcuma que mais interessa aos pesquisadores médicos em geral é um polifenol chamado diferuloylmethane, que é mais comumente chamado curcumina. A maioria das pesquisas sobre os potenciais poderes do açafrão se concentrou nesse produto químico.

Açafrão como curandeiro?

Ao longo dos anos, os pesquisadores colocaram a curcumina em vários sintomas e condições, incluindo inflamação, síndrome metabólica, artrite, doença hepática, obesidade e doenças neurodegenerativas, com níveis variados de sucesso.

Acima de tudo, porém, os cientistas se concentraram no câncer. Segundo os autores da recente revisão, dos 12.595 artigos publicados por pesquisadores sobre curcumina entre 1924 e 2018, 37% concentram-se no câncer.

Na revisão atual, publicada na revista Nutrientes, os autores se concentraram principalmente nas vias de sinalização celular que desempenham um papel no crescimento e desenvolvimento do câncer e em como a cúrcuma pode influenciá-los.

Leia Também  Lentes intra-oculares e a solução para cataratas

O tratamento para o câncer melhorou bastante nas últimas décadas, mas ainda há um longo caminho a percorrer antes que possamos vencer o câncer. Como observam os autores, “a busca por medicamentos inovadores e mais eficazes” ainda é um trabalho vital.

Em sua análise, os cientistas prestaram atenção especial à pesquisa envolvendo câncer de mama, câncer de pulmão, câncer de sangue e câncer do sistema digestivo.

Os autores concluem que “a curcumina representa um candidato promissor como um medicamento anticâncer eficaz para ser usado sozinho ou em combinação com outros medicamentos”.

De acordo com a revisão, a curcumina pode influenciar uma ampla gama de moléculas que desempenham um papel no câncer, incluindo fatores de transcrição, que são vitais para a replicação do DNA; fatores de crescimento; citocinas, que são importantes para a sinalização celular; e proteínas apoptóticas, que ajudam a controlar a morte celular.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Os desafios permanecem

Juntamente com as discussões em torno da influência molecular da curcumina nas vias do câncer, os autores também abordam os possíveis problemas com o uso da curcumina como droga.

Por exemplo, eles explicam que, se uma pessoa toma curcumina por via oral – em um café com leite açafrão, por exemplo – o corpo rapidamente a decompõe em metabólitos. Como resultado, é improvável que qualquer ingrediente ativo atinja o local de um tumor.

Com isso em mente, alguns pesquisadores estão tentando criar maneiras de fornecer curcumina ao organismo e protegê-lo da metabolização. Por exemplo, pesquisadores que encapsularam o produto químico em uma nanopartícula de proteína observaram resultados promissores em laboratório e em ratos.

Embora os cientistas tenham publicado muitos trabalhos sobre curcumina e câncer, há necessidade de mais trabalho. Muitos dos estudos da presente revisão são estudos in vitro, o que significa que os pesquisadores os conduziram em laboratórios usando células ou tecidos. Embora esse tipo de pesquisa seja vital para a compreensão de quais intervenções podem ou não influenciar o câncer, nem todos os estudos in vitro se traduzem em seres humanos.

Leia Também  A diferença entre probióticos e prebióticos

Relativamente poucos estudos testaram as propriedades anticâncer da açafrão ou da curcumina em humanos, e os estudos em humanos realizados foram em pequena escala. No entanto, além das dificuldades e dos dados limitados, a curcumina ainda tem potencial como tratamento antineoplásico.

Os cientistas continuam trabalhando no problema. Por exemplo, os autores mencionam dois ensaios clínicos em andamento, ambos com o objetivo de “avaliar o efeito terapêutico da curcumina no desenvolvimento de câncer de mama primário e metastático, além de estimar o risco de eventos adversos”.

Eles também se referem a outros estudos em andamento em humanos que avaliam curcumina como tratamento para câncer de próstata, câncer de colo do útero e nódulos pulmonares, entre outras doenças.

Os autores acreditam que a curcumina pertence ao “grupo mais promissor de compostos naturais bioativos, especialmente no tratamento de vários tipos de câncer”. No entanto, seus elogios à curcumina como herói antineoplásico são moderados pelas realidades desenterradas por sua revisão e eles terminam seu trabalho com uma nota baixa:

“[C]a urcumina não é imune a efeitos colaterais, como náusea, diarréia, dor de cabeça e fezes amarelas. Além disso, mostrou baixa biodisponibilidade devido ao fato de baixa absorção, metabolismo rápido e eliminação sistêmica que limitam sua eficácia no tratamento de doenças. Mais estudos e ensaios clínicos em humanos são necessários para validar a curcumina como um agente anticâncer eficaz. “

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br